Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Karina, Alícia, João, Lorena. Tem maneira mais significativa de dar prosseguimento ao trabalho da alfabetização escolar, se não for através do nosso nome?

Sabemos que a alfabetização na Educação Infantil, não começa através do nome, este processo tem início no ambiente familiar, através de tudo o que a criança vê, ouve e brinca. Na escola vamos sistematizar estes saberes através do mundo letrado, e nada melhor do que trabalhar com algo de significado, e que não importa onde a criança esteja, a escrita do seu nome não muda.

Os alunos do 2º período do Colégio Batista, intensificam o trabalho com o nome e sobrenome, pois trata-se da identidade e da história de cada um, o que nos torna únicos e importantes.

O objetivo com esta faixa etária, é uma reflexão sobre o próprio sistema de escrita. As crianças vão se apropriando do sistema e percebendo suas regularidades, como quantidade e disposição das letras e combinação dos sons.

Para deixar o aprendizado lúdico, as professoras pediram que as crianças pesquisassem com seus pais a história do nome e do sobrenome, para saber qual era a parte dos avós paternos e maternos. Depois construíram um trem, formado pela cabine e seus vagões.

Na cabine do vagão, cada criança escrevia o seu nome e nos vagões eram escritos os sobrenomes, assim foi fácil guardar, até mesmo para eles perceberem os espaços que são necessários entre as palavras.

Foi um trabalho dinâmico e eficaz, os alunos pesquisaram, conversaram em roda, escreveram seus nomes, montaram os trenzinhos, dividiram o saber, ficaram orgulhosos em falar para todos os colegas o seu nome completo.

A aula foi finalizada, ao som da música do Toquinho “Gente tem sobrenome”.

Aprender assim é bom demais!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.